Como estabelecer principais indicadores de performance na sua clínica

É bem provável que você já saiba da importância de se contar com informações precisas para analisar o desempenho de sua clínica médica, garantir sua viabilidade e crescimento. Mas, e o caminho para definir os indicadores de performance mais adequados, você já conhece?

Como qualquer outro negócio, é possível obter uma variedade de informações com base na rotina de uma clínica. Muitas delas podem ser metrificadas e transformadas em dados, relatórios e análises. Porém, não saber por onde começar e em quais delas focar pode ser bastante improdutivo.

Se você enfrenta esse dilema, vai gostar de acompanhar este post e entender como estabelecer e medir métricas que façam sentido para você e para o seu empreendimento. Vamos lá?

A importância de estabelecer indicadores de performance adequados

Como o próprio termo sugere, indicadores de performance são capazes de fornecer informações quanto ao desempenho de uma clínica médica em seus diferentes níveis.

Quando bem aplicados e, mais ainda, quando bem analisados, esses indicadores podem ser utilizados para detectar fraquezas e problemas, permitindo que sejam feitas as adequações necessárias. E podem, também, ser utilizados para verificar os resultados das práticas de rotina da clínica, favorecendo a manutenção daquilo o que está dando certo.

Em geral, em função da sua natureza, instituições médicas utilizam dados similares para fazer sua análise de performance. O mais interessante, porém, é que cada clínica médica ou hospital estabeleça as suas próprias métricas, de modo a garantir que essas estejam devidamente alinhadas às necessidades, objetivos e especificidades do local.

Afinal, se é possível obter informações precisas, não vale a pena desperdiçar esse esforço baseando-se em métricas e indicadores genéricos.

Além do mais, conseguir alinhar e estabelecer indicadores adequados mostra o quanto a gestão conhece o negócio e está preparada para colher informações precisas o bastante para embasar o processo de tomada de decisões. E, assim, direcionar a clínica ao sucesso.

Por onde começar: identifique as necessidades e objetivos e sua clínica

A coleta de dados baseada em métricas de performance não deve ser feita aleatoriamente. Para que você seja capaz de estabelecer os principais indicadores de performance para a sua clínica, precisa definir que tipo de informação você precisa obter por meio deles.

Esses indicadores podem ser utilizados para avaliações que vão desde o atendimento (tanto em qualidade quanto em quantidade), passando pelo setor financeiro e administrativo e chegando ao marketing e em suas ações.

Portanto, é interessante fazer uma avaliação geral da clínica para identificar as suas necessidades e objetivos em cada um de seus níveis. Assim, fica mais fácil seguir adiante e definir as métricas a serem utilizadas para encontrar dados úteis e gerar bons resultados.

Definindo os indicadores: identifique quais métricas podem te levar aos seus objetivos

É preciso pensar em como cada indicador, como as informações obtidas por meio deles podem te ajudar a alcançar os objetivos definidos para cada setor e para a clínica como um todo.

Isso porque há, de fato, a possibilidade de se levantar muitos dados interessantes, mas que acabam não tendo aplicação prática para a clínica segundo seus objetivos num determinado momento.

Suponhamos, por exemplo, que você precise analisar o desempenho da clínica em relação ao volume de atendimentos feitos e descobrir se estão operando abaixo do que o esperado para alcançar o ganho necessário estipulado.

Não basta, apenas, basear-se em métricas que indiquem o número de consultas marcadas em um intervalo de tempo e dividi-las pelo número de médicos, por exemplo.

Há outros fatores para os indicadores de capacidade de que devem ser levados em conta. É preciso considerar, também, o número médio de cancelamentos ou faltas e avaliar seu impacto no atendimento. Além de considerar sua natureza (primeira consulta, retorno, realização de exame ou procedimento, etc.) e o tempo médio para a sua realização.

Conheça as 10 principais métricas de performance para uma clínica

Indicadores definidos: como realizar a coleta e medir as métricas de performance

Uma vez que os indicadores de performance podem estar relacionados à áreas diferentes, é preciso identificar qual o meio existente para realizar a coleta das métricas relacionadas.

Se as informações buscadas dizem respeito ao número de atendimentos realizados, por exemplo, os dados a serem coletados estão nas agendas ou nesta funcionalidade do seu software de gestão médica.

Por outro lado, se você quer saber o sucesso das ações de marketing de sua clínica, pode avaliar, por exemplo, o número de atendimentos via chat que resultaram em consultas marcadas diretamente por meio da plataforma.

Simplificando o processo: os benefícios de um software de gestão médica

Quando o assunto são os indicadores de performance, o uso de um software de gestão médica não é útil apenas para clínicas que já estão acostumadas a lidar com a mensuração e análise de métricas.

Em muitos casos, o profissional que abre uma clínica médica tem amplo conhecimento de suas rotinas operacionais, mas acaba esbarrando em dificuldades relativas à gestão administrativa e financeira. Ou, ainda, em como encontrar meios para enxergar o negócio sob a ótica do paciente e melhorar a qualidade do serviço prestado.

Há indicadores que podem ajudar com todas essas questões e descobri-los se torna uma tarefa mais simples quando uma ferramenta tecnológica te ajuda a ter acesso a dados que podem indicar métricas interessantes para uma gestão mais inteligente.

Mais do que isso, em razão de suas funcionalidades especialmente pensadas para instituições médicas, um bom software pode, inclusive, já medir métricas (como o tempo médio de atendimento ou ticket médio).

Quer saber mais? Confira este outro post com 5 formas de medir os resultados de sua clínica médica!

avatar

admin

6 Comentários

  • Louise
    31 de outubro

    Qual a relação entre programas de gestão e indicadores de performance?

    • Matheus Soares
      31 de outubro

      O ClinicWeb, por exemplo, consegue oferecer relatórios completos e detalhados sobre a parte financeira da clínica. Com essas informações, mensurar indicadores se torna muito mais simples!

  • Juca
    31 de outubro

    Quais métricas financeiras podem ser usadas em minha clínica?

    • Matheus Soares
      31 de outubro

      Podem-se estabelecer metas de faturamento, receita, teto para gastos, produtividade, EBITDA, ticket médio, receita recorrente e outros

  • Jair
    31 de outubro

    Como projetar as metas da clínica?

    • Matheus Soares
      31 de outubro

      Para a projeção de metas, é importante avaliar o histórico de performance de sua clínica, olhar para as condições atuais de atendimento e ainda projetar o cenário enfrentado pela empresa no futuro designado. Pense ainda na concorrência e na economia para ter melhores condições de fazer cálculos mais precisos.

Deixe o seu comentário