Quais os principais obstáculos para uma boa gestão de clínicas?

Seja você um médico que assumiu a gestão clínica ou um administrador profissional que atua no segmento da saúde, para conseguir fazer o negócio crescer com robustez é preciso livrar-se de alguns obstáculos operacionais que atrasam o cotidiano de médicos e colaboradores.

Nesse artigo abordaremos alguns dos principais problemas enfrentados no cotidiano da gestão de uma clínica, da falta de liderança em determinados setores até os sistemas ultrapassados que deixam os atendentes estressados e, muitas vezes, de mãos atadas.

Boa leitura!

1) Falta de liderança

Qualquer barco precisa de um capitão como qualquer negócio precisa de líderes. Por mais que às vezes os sócios e gestores cumpram esse papel, investir em recrutamento e treinamento de lideranças dentro de setores específicos pode ser uma boa ideia para melhorar os processos de sua clínica.

Isso porque o líder de um setor consegue atuar como uma ponte entre os colaboradores e gestores, mas, com um filtro para acioná-los sempre que realmente necessário. Na contramão, essa liderança é fundamental na implementação de novos processos.

Muitas vezes bons profissionais destacam-se dentro do setor, agindo de maneira pró-ativa em busca de melhorias para seus colegas. Observe e incentive essa prática, uma vez que treinar uma prata da casa pode ser muito mais barato do que buscar e treinar um talento de fora da empresa.

2) Falta de tecnologia em processos

Nós sempre falamos aqui no blog sobre como a tecnologia se torna cada vez mais importante para o cotidiano de uma clínica. Para uma gestão de clínica realmente eficiente é preciso determinar processos e contar com o apoio de um sistema robusto para colocar em prática toda a teoria.

Além de tornar os processos mais simples de serem implementados independentemente do setor, a tecnologia permite a coleta de dados sobre a execução das tarefas. Com essas informações é possível tomar decisões embasadas em dados para melhorar diversos setores da clínica.

Um bom exemplo de como a tecnologia auxilia nos processos e na gestão clínica é o controle de confirmação de consultas. Um bom software é capaz de automatizar os lembretes e oferecer um dashboard onde é possível ver, por exemplo, quantos pacientes faltaram à consulta. O que nos leva ao próximo ponto:

3) Sistemas ultrapassados

O mundo evoluiu e simplesmente não dá mais para fazer toda a gestão clínica em planilhas do Excel. Nada contra as planilhas, mas um software de gestão oferece tantos benefícios que elas acabam tornando-se obsoletas perante a agilidade e acessibilidade desses programas.

Um bom exemplo disso são as temidas glosas administrativas. Existem programas no mercado capazes de reduzi-las em até 70% através do Faturamento TISS automático. Evitar perdas e agilizar os processos administrativos com uma tacada só!

Outro ponto muito importante de adotar um sistema atualizado é a agilidade na linha de frente da clínica. Nada de computadores travando ou problemas no banco de dados. Os softwares atuais estão alocados, em sua maioria, na nuvem. Isso oferece agilidade e acessibilidade em quaisquer dispositivos autorizados!

4) Agenda desorganizada

Uma agenda desorganizada gera prejuízos para a clínica, estressa os atendentes, confunde os médicos e, principalmente, oferece riscos diretos de problemas para os pacientes. Depender de uma pessoa ou computador específico para alterar a agenda representa um grande atraso na gestão clínica.

Os novos softwares estão alocados na nuvem. Isso significa que os dados estão disponíveis em qualquer lugar e a qualquer momento para quem possui acesso. Se surgir um problema domingo à noite, por exemplo, é possível alterar a agenda de segunda sem problemas.

Mais do que poder alterar, a principal vantagem da nuvem é a capacidade de atualização em tempo real. Alguém modificou a agenda, logo todas as pessoas que possuem acesso a ela verão a versão atualizada. Isso evita conflitos de horário e facilita muito o trabalho dos atendentes.

5) Interferência financeira

Nós já citamos nesse artigo as vantagens que a tecnologia traz no que tange à glosa e ao faturamento TISS. Mas, as vantagens financeiras para a gestão de clínica vão muito além. A começar pela possibilidade de gerar relatórios específicos dos mais variados setores.

Um software de gestão clínica oferece a possibilidade, por exemplo, de gerar um relatório com todos os atendimentos realizados em um determinado período, o faturamento, custos fixos e variáveis, dentre muitas outras informações. Quanto tempo você e sua equipe perdem por mês para compilar essas informações?

Outra pergunta pertinente é: como fazer uma gestão clínica eficiente sem essas informações? Por isso, mais do que um investimento, a adoção de um software de gestão representa uma evolução na maneira como o negócio é gerido: decisões tomadas com base em dados, relatórios imediatos e dados na nuvem!

6) Profissionais despreparados para a gestão clínica

Por último, mas não menos importante, está o treinamento de pessoal. Profissionais despreparados cometem mais erros, estão inaptos para assumir novos desafios e provavelmente contaminarão a equipe com práticas viciosas como fofoca e preguiça.

Por isso o treinamento se faz tão importante. Ao entender bem o seu papel no contexto geral da clínica o profissional é capaz de agir com maior assertividade, fazer sugestões pertinentes e colaborar para o crescimento da empresa de maneira pró-ativa.

Vale ressaltar que de nada vale treinar os colaboradores e não reconhecer sua evolução. Para isso, plano de cargos e salários e outras práticas de gestão podem ser uma boa solução para manter o time unido em função de um mesmo objetivo: o crescimento da clínica!

Quer eliminar mais obstáculos? Saiba o que o ClinicWeb pode fazer pela recepção da sua clínica!

avatar

admin

6 Comentários

  • Ferdinando
    31 de outubro

    Como evitar que os planos de saúde não paguem pelos procedimentos?

    • Matheus Soares
      31 de outubro

      Usando um sistema de gestão na nuvem que permita o preenchimento das guias para planos de saúde exatamente como preconiza a TISS. Com o ClinicWeb, o preenchimento é rápido e preciso! Conheça http://www.clinicweb.com.br

  • Lourenço
    31 de outubro

    Minha clínica está crescendo. Como deve ser feita a administração?

    • Matheus Soares
      31 de outubro

      Com um sistema de gestão na nuvem, que oferece segurança, robustez e performance à clínica. Para um negócio crescente, não importa se a administração é feita por você, proprietário, ou por um gestor. O software é fundamental para crescer com sustentabilidade!

  • Liane
    31 de outubro

    Eu uso apenas Excel para administrar a clínica, mas tem muita coisa que dá errado. O que posso fazer para melhorar?

    • Matheus Soares
      31 de outubro

      Ainda é melhor do que usar papel, mas o Excel permite que os dados sejam colocados sem parâmetro, o que pode atrapalhar os processos administrativos. Prefira usar um sistema de gestão construído especialmente para clínicas médicas! Conheça o ClinicWeb e acesse http://www.clinicweb.com.br

Deixe o seu comentário